Cerca de 1,7 mil famílias deixaram de sacar Bolsa Família em Salvador

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Cerca de 1,7 mil famílias deixaram de sacar Bolsa Família em SalvadorDados divulgados nesta segunda-feira (21) mostram que 1.682 mil famílias soteropolitanas deixaram de sacar o Bolsa Família entre maio e julho deste ano. De acordo com a Secretaria Municipal de Comunicação, o prazo máximo para cada família retirar o dinheiro é de 90 dias. Nesse tempo, o valor pode acumular e o beneficiário não perde o direito de receber todo o dinheiro. Caso a situação não seja regularizada a partir do quarto mês, o direito a receber o benefício relativo ao mês mais distante, neste caso, em maio, é suspenso automaticamente. Se não houver saque por seis meses consecutivos, o benefício é cancelado. Entretanto, o recadastramento ainda pode ser feito, a partir de justificativa apresentada pelos favorecidos que, em Salvador, é analisada caso a caso pelo Setor de Atendimento e Acompanhamento do Bolsa Família da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps). Atualmente, a capital baiana conta com 183.596 beneficiários ativos. Até esta quarta-feira (20), 4.819 famílias tiveram benefícios bloqueados na capital baiana, devido à falta de atualização cadastral, em 2017, segundo a Semps. Neste caso, são convocadas as famílias que estão sem atualizar o cadastro há mais de 24 meses. Este ano, a secretaria entrou em contato com 104.196 famílias nesta situação. Além disso, 54.701 famílias foram chamadas este ano para a Averiguação Cadastral, que ocorre quando são identificadas informações divergentes entre o Cadastro Único e outras bases de dados do governo federal. Segundo a Caixa Econômica Federal, o prazo para saque, sem que haja perda da parcela ou cancelamento de benefícios, será encerrado no dia 28 de agosto. Hoje, o valor médio do Bolsa Família é de R$ 179,73. BN

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP