CBF recorre à Justiça para que informações do livro de Romário não sejam publicadas

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) teme que algumas informações sigilosas sejam divulgadas pelo senador Romário (Podemos-RJ), em seu livro “Um olho na bola, outro no cartola – o crime organizado no futebol brasileiro”. As informações são do site Globoesporte.com. A entidade teria acionado a Justiça de São Paulo para tentar impedir a publicação de dados. A obra está prevista para ser publicada no início de setembro, pela editora Planeta. A notificação, no entanto, teria sido negada na última segunda-feira (28) pelo juiz Fabio de Souza Pimenta, da 32ª Vara Cível de São Paulo. No livro, Romário trará informações sobre a investigação da CPI do Futebol no Senado, cuja presidência era exercida pelo ex-jogador, e foi encerrada em 2016 com aprovação do relatório do senador Romero Jucá (PMDB-RR), sobre julgamento de apresentar propostas, mas nenhum indiciamento. O juiz que negou a ação diz que ele se baseou pelo interesse público na obra. “Mesmo sendo a autora uma entidade privada, é inequívoco que ela cuida da administração do futebol, o qual, pela sua importância histórica e interesse que desperta em toda a população – até mesmo como símbolo nacional e elemento da identidade do Brasil no exterior – deve merecer o tratamento de bem público cultural da população brasileira, razão pela qual a administração dos seus negócios extrapola o âmbito do seu interesse interno, com a necessidade de ser transparente perante a população”, diz. Romário ainda não se manifestou sobre o assunto.
Com informações do Globo Esporte. 

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP