Cachoeira: Travesti é morta a tiros; vítima era militante LGBT

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Cachoeira: Travesti é morta a tiros; vítima era militante LGBTUma travesti foi morta a tiros em Cachoeira, Recôncavo baiano, neste domingo (27). Até a manhã desta terça-feira (29) nenhum dos criminosos foi encontrado. Segundo a Polícia Civil, a vítima, conhecida como Xaynna Shayuri Morganna, ou Lili, foi atacada quando estava à beira do Rio Paraguaçu. Ela era militante de causas LGBTs no município. Conforme o delegado Eduardo Coutinho, dois homens chegaram ao local a bordo de um carro e surpreenderam a vítima. Eles desceram do carro e atiraram várias vezes. Depois, fugiram do local. Ainda segundo a Polícia, não há mais detalhes sobre a autoria e a motivação do crime. No entanto, conforme o delegado, a vítima era usuária de drogas e, por isso, a polícia investiga se a ação tem relação com o tráfico na cidade. No início do ano, a mãe da vítima também foi morta. BN

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP