A tragédia em Mar Grande: Inquérito está quase pronto mas as buscas continuam

domingo, 27 de agosto de 2017

Equipes da Marinha, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e voluntários, recomeçaram as buscas por desaparecidos na tragédia que abalou a Bahia na quinta-feira(24). Os trabalhos estão sendo feitos desde as primeiras horas deste domingo(27) na expectativa de localizar, pelo menos, duas pessoas que, de acordo com denúncia dos parentes, teriam embarcado na lancha Cavalo Marinho I, em Mar Grande, com destino a Salvador.
Um homem de 68 anos de idade, Salvador Souza Santos, seria um dos desaparecidos, segundo familiares, já que, depois de ter entrado na embarcação, ele não deu mais notícias e não foi localizado entre as pessoas socorridas. A outra vítima não teve o nome e idade divulgados.
Enquanto isso, as investigações seguem, segundo a Secretaria de Segurança Pública(SSP). A Delegacia de Vera Cruz já ouviu a maioria dos passageiros e segue aguardando detalhes para conclusão do inquérito.
Ainda de acordo com a SSP, Vado, como foi identificado para a imprensa, o piloto da lancha, também já foi ouvido pela 24ª Delegacia de Vera Cruz, mas o conteúdo da história que ele contou sobre o acidente não foi informada. Também não foi informado o tipo de indiciamento a que ele poderá ser submetido, sendo comum, para condutores que se envolvam em acidentes com mortes, o indiciamento por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Mas, nesse caso, a polícia ainda está no início das investigações e os laudos e depoimentos podem levar a PC a encaminhar ao Ministério Público, o inquérito com outro tipo de conclusão.
A grande maioria dos passageiros já prestou depoimento à polícia, segundo nota da SSP, divulgada ontem(26). A Marinha, que apura as causas do acidente e as condições de navegabilidade da lancha, ainda não ouviu o piloto da lancha e muitos passageiros que foram à delegacia, não compareceram ao 2º Distrito Naval para depor. Mas o trabalho de investigação dos técnicos vai servir como rumo importante das investigações e provável condenação dos culpados.
Segundo os depoimentos de passageiros, logo que saiu do terminal de Mar Grande com destino a Salvador por volta das 6h30 da quinta-feira(24), começou a chover forte e, para se proteger da chuva de de uma onda forte que acabou jogando água do lado esquerdo da embarcação, os passageiros correram para a lateral direita, provocando sobrepeso que provocou grande inclinação. Nesse momento, alguns passageiros foram jogador ao mar e a embarcação também foi jogada contra as pedras. Fonte: Agora na Bahia

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP