Complicou: Mulher de doleiro confirma à PF ter sofrido "pressão" de Geddel

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Em depoimento prestado na última sexta-feira (7), Raquel Pitta, mulher do corretor Lúcio Bolonha Funaro, confirmou à Polícia Federal ter recebido ligações telefônicas do ex-ministro Geddel Vieira Lima nas quais teria sido “pressionada”. A suposta pressão exercida por Geddel teria como objetivo evitar que o marido de Raquel fizesse um acordo de delação premiada e foi o principal argumento usado pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, para autorizar a prisão do peemedebista.

Geddel foi preso no último dia 3 sob acusação de tentar obstruir a Operação Lava Jato. Depois foi transferido da Superintendência da Polícia Federal, em Brasília, para a Penitenciária da Papuda. O depoimento de Raquel foi solicitado por Vallisney de Souza na audiência de custódia realizada na quinta-feira, 6, em que manteve a prisão preventiva de Geddel. “Não tenho elemento para dizer nesse momento que não há indício de crime. Desse modo eu mantenho aqui o que coloquei na decisão de que há indícios de autoria e materialidade quanto a Geddel”, afirmou o juiz Vallisney ao manter Geddel na Papuda. Estadão

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP