Temer diz que não responderá perguntas da PF e pede ao STF arquivamento de inquérito

sexta-feira, 9 de junho de 2017

O presidente Michel Temer não respondeu às 82 perguntas formuladas pela Polícia Federal no inquérito que o investiga por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução à Justiça. De acordo com o blog da jornalista Cristiana Lôbo, a defesa do peemedebista enviou ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), um pedido de arquivamento da ação, no qual informou que não responderá aos questionamentos. Segundo o ofício assinado pelo advogado Antonio Claudio Mariz de Oliveira, as perguntas denotam “falta de isenção e de imparcialidade por parte dos investigadores”. "diversos questionamentos dizem respeito a fatos estranhos às funções presidenciais; outros referem-se a períodos não cobertos pelo seu mandado; alguns ao relacionamento entre terceiras pessoas. Note-se, que muitos deles partem da premissa do cometimento induvidoso de delitos e não objetivam perquirir a verdade, mas sim revelar meras circunstâncias de crimes que já estariam provados". O documento ainda traz 48 razões para não responder às indagações. O inquérito foi pedido pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e autorizado pelo ministro Edson Fachin.
Fonte: Bahia Notícias.

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP