Projeto Abelha Viva completa 3 anos de incentivo à consciência ambiental em Juazeiro

terça-feira, 6 de junho de 2017


Objetivos
Abelha Viva é uma iniciativa que presta serviços ambientais aos municípios de Juazeiro e Petrolina desde 2014. Os principais objetivos são capturar enxames de abelhas que migram para área urbana em busca de sobrevivência e difundir a importância desses insetos para o meio ambiente. Após a captura adequada, essas espécies são direcionadas ao cultivo racional em apiários e meliponários, beneficiando diversos apicultores, meliponicultores e movimentando a economia local. As ações visam preservar as abelhas nativas e exóticas, que antes eram exterminadas, e o desenvolvimento da apicultura e meliponicultura regional. O projeto também ajuda a livrar as pessoas e animais domésticos de possíveis ataques, promovendo a consciência ecológica entre instituições de ensino e população.

Avanços / Ações
Em seu primeiro ano, o Abelha Viva realizou um curso técnico de captura de abelhas em área urbana, para um público de 55 pessoas. A Universidade do Estado da Bahia – Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais – Campus III, o 9º Grupamento de Bombeiro Militar Juazeiro e Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada – IRPAA, foram parceiros fundamentais na realização desse curso e seguem colaborando com o projeto até hoje. O 4º Grupamento de Bombeiro Militar de Petrolina, e Secretaria Municipal de Meio Ambiente também nos apoiaram na execução dessa atividade.

Em 2015, a iniciativa foi submetida a um edital de cunho nacional: Movimento Natura - Prêmio Acolher. Outros 846 projetos estavam concorrendo, e o Abelha Viva, foi um dos 15 finalistas premiados em São Paulo, pelas ações desenvolvidas em prol da biodiversidade e do desenvolvimento sustentável.

No ano de 2016, outra parceria foi firmada, dessa vez, com o Projeto Escola Verde da Universidade Federal do Vale do São Francisco-UNIVASF. Desenvolvemos atividades de sensibilização e conscientização sobre a importância das abelhas para o meio ambiente, nas escolas publicas de Juazeiro, na Bahia, e Petrolina, em Pernambuco. Em 2017, a iniciativa organizou um Curso Básico de Apicultura, em Juazeiro, para formar novos apicultores e construir mais parcerias e apoios à essa iniciativa ambiental.
Continue lendo...

Nessa organização, contamos com o apoio logístico e formativo da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia – BAHIATER/SETAF, 6ª Superintendencia Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba – CODEVASF, Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada-IRPAA e apicultores da Associação de Criadores de Abelhas do Municipio de Petrolina - ASCAMP.

Balanço
O grupo já capturou cerca cento e cinquenta enxames nos municípios de Juazeiro e Petrolina, nas zonas urbana e rural. Isso contribuiu para o aumento do número de colmeias e a produção de mel, nos apiários - local de cultivo de abelhas com ferrão - e meliponários - local de cultivo abelhas sem ferrão, garantindo assim a sobrevivência das espécies. A polinização em áreas frutíferas aumentou a produção dos frutos, mel, cera e própolis para comercialização, gerando renda para apicultores e agricultores familiares. Até o momento, foram atendidos os seguintes bairros de Juazeiro e Petrolina: Alto da Aliança, Alto do Cruzeiro, Alto da Maravilha, Areira Branca, Alagadiço, Cajueiro, Centenário, Centro, Country Club, Chácaras, Codevasf, Detran, Dom José Rodrigues, Dom Tomáz, Distrito Industrial do São Francisco, Itaberaba, Jardim das Acácias, Jardim Flórida, Jardim Maravilha, Jardim Vitória, Jardim São Paulo, João XXIII, João Paulo II, José e Maria, Lagoa de Calú, Lomanto Junior, Maringá, Malhada da Areia, Novo Encontro, Palmares, Piranga, Piranga I e II, Projeto Bebedouro, Quidé, Residenciais Mairi, Brisa da Serra, Salitre, São Geraldo, Santo Antônio, São Vicente e Tabuleiro.

Todos os apoios e parcerias que abraçaram o Abelha Viva foram fundamentais para o desenvolvimento e continuidade da iniciativa. O extermínio desses insetos, já não é mais predominante em Juazeiro. Através dos cursos que foram promovidos, vem crescendo o número de apicultores e apicultoras conscientes do manejo adequado, além disso, a sensibilização sobre a relevância das abelhas para o equilíbrio ambiental é um tema que começa a ser debatido nas escolas. Esses resultados só foram possíveis graças aos diversos profissionais e cidadãos que viram nessa iniciativa a oportunidade de garantir um futuro sustentável para as futuras gerações.

Como acionar nossos serviços
As capturas em área urbana costumam ser realizadas à noite, por conta da diminuição do fluxo de pessoas e veículos transitando nas ruas. Esse horário também é mais propício, porque as abelhas estão descansando. Quando necessário, a equipe tem o apoio logístico da guarnição do 9º Grupamento Bombeiros Militar de Juazeiro.

A população, ao encontrar um enxame em área urbana, deve entrar em contato por meio do 193 Centro Integrado de Comunicações-CICOM. A ligação será direcionada para o quartel do 9º Grupamento de Bombeiros Militar de Juazeiro, que passará as demandas para a equipe Abelha Viva.
ASCOM Abelha Viva

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP