Lei estadual dificulta crescimento da Bahia no mercado de camarões dos EUA

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Lei estadual dificulta crescimento da Bahia no mercado de camarões dos EUAUma lei estadual de 2012 pode prejudicar o crescimento de muitos produtores baianos no mercado dos Estados Unidos e impedir a geração de grandes lucros. Segundo informações da revista exame, o governo americano eliminou uma taxa de 10% sobre a importação do camarão brasileiro que estava em vigor desde 2003. A medida poderia permitir um aumento considerável na produção do produto com origem na Bahia. No entanto, a legislação aprovada há cerca de cinco anos obriga os produtores baianos - a maioria deles de pequeno porte - a pagar estudos ambientais que custam de R$ 200 mil a R$ 600 mil caso eles queiram ampliar a produção. Em outros estados, os órgãos ambientais exigem relatórios mais simples, que custam aproximadamente R$ 50 mil. Ainda de acordo com a revista Exame, a Associação Brasileira de Criadores de Camarão estima que a produção nacional aumente 30% até 2018, chegando a 90 mil toneladas por ano. No entanto, a Bahia deve manter as 2,7 mil toneladas anuais por conta do custo para aumentar a produção. BN

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP