Policial que agrediu estudante em protesto é afastado; caso aconteceu em Goiás

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Policial que agrediu estudante em protesto é afastado; caso aconteceu em Goiás
O capitão Augusto Sampaio foi afastado das ruas depois de ter agredido o estudante Mateus Ferreira da Silva, durante um protesto em Goiânia. O policial é subcomandante da 37ª Companhia Independente da Polícia Militar e foi afastado em decorrência do Inquérito Policial Militar instaurado após a agressão. O comandanta da PM do estado, coronel Divino Alves de Oliveira, disse ao G1 que o capitão segue trabalhando no administrativo. A agressão aconteceu na última sexta-feira (28), durante ato contra as reformas propostas pelo governo federal. No mesmo dia, o comando da PM informou em nota que havia determinado a abertura de inquérito pela corregedoria. A investigação deverá ser concluída em 30 dias. Desde o dia da agressão, Mateus está internado em estado grave no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), com traumatismo cranioencefálico (TCE) e múltiplas fraturas. No sábado (29) ele passou por uma cirurgia de 4 horas para reparação de ossos do rosto. BN

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP