Ex-namorado suspeito de matar jovem é preso em Jeremoabo; veja vídeo

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Ciúme. Este foi o motivo pelo qual o ajudante de serviços gerais Raul de Jesus, de 22 anos, matou a companheira, a funcionária da prefeitura de Jeremoabo Izabely Oliveira Bispo Souza, 26, na madrugada da segunda-feira, 1º, em Jeremoabo (a 388 km de Salvador). Ele confessou o crime ao delegado Ailton de Souza, titular da delegacia local.

Raul revelou ter se desentendido com a mulher durante a Cavalgada de São Jorge, no domingo, 30, após ela dançar com um ex-namorado.

Izabely foi encontrada morta e com o corpo parcialmente carbonizado, por volta da 0h40, dentro da casa do casal, na Av. Paraíba, no Bairro José Nolasco. Policiais militares do 20º Batalhão, de Jeremoabo, foram apurar denúncia de incêndio.

“Ele disse que deu um murro nela, quando ela desmaiou, deu uma tijolada na cabeça e depois jogou gasolina no corpo dela e dele e ateou fogo. Disse que queria morrer também, mas desistiu, foi no banheiro apagou o fogo e fugiu”, contou a delegada Mirela Ventura, titular da 18ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Paulo Afonso).

Revolta
Raul foi preso na manhã desta terça, 2, por PMs do 20º Batalhão, no povoado de Cabeça de Vaca, distrito de Jeremoabo. “Recebemos algumas denúncias, mas quando chegávamos, ele já tinha fugido. Mas hoje [ontem] conseguimos prendê-lo”, disse o major Fernandes, do 20º Batalhão.

Ele foi detido em flagrante e encaminhado ao Hospital Geral do município para cuidar dos ferimentos. Logo depois, foi levado à Delegacia de Jeremoabo e, em seguida, após a população se aglomerar na porta da unidade policial, foi transferido para a Delegacia de Paulo Afonso.

O delegado Ailton de Souza ficou com receio da população invadir a delegacia e linchá-lo. Raul encontra-se no presídio de Paulo Afonso, à disposição da Justiça, e responderá por feminicídio (crime de ódio contra mulheres).

Ele foi detido em flagrante e encaminhado ao Hospital Geral do município para cuidar dos ferimentos. Logo depois, foi levado à Delegacia de Jeremoabo e, em seguida, após a população se aglomerar na porta da unidade policial, foi transferido para a Delegacia de Paulo Afonso.
Fonte: A Tarde.

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP