Estudante agredido por PM durante protesto em Goiânia tem alta médica

sábado, 20 de maio de 2017

O estudante Mateus Ferreira, 33 anos, que foi agredido por um policial militar durante protesto, em Goiânia, recebeu alta médica na manhã deste sábado (20). Mateus deixou o Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo) após passar pela segunda cirurgia. Segundo a unidade de saúde, ele está bem e não há previsão de novos procedimentos cirúrgicos.

Mateus foi internado no dia 28 de abril após ser atingido com um cassetete pelo capitão da Polícia Militar Augusto Sampaio. A pancada foi tão forte que o cassetete quebrou ao bater na cabeça de Mateus. 

A primeira cirurgia aconteceu no dia 29 de abril. Equipes de neurocirurgia e bucomaxilofacial fizeram reparações dos ossos da face. No dia maio, ele foi submetido a novo procedimento para preencher com cimento cirúrgico uma perda óssea na testa.
Correio 

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP