Cópia do RG e ‘cx 2’: Como passar de suspeito a acusado em dois atos falhos

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Cópia do RG e ‘cx 2’: Como passar de suspeito a acusado em dois atos falhosCarlos Fábio Nédia Freitas Melo. Aos 40 anos, esse soteropolitano foi preso por supostamente assaltar passageiros que se preparavam para entrar em um carro, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador. Aécio Neves da Cunha. Aos 57 anos, esse mineiro foi afastado do Senado após ser flagrado recebendo recursos supostamente indevidos do empresário Joesley Batista, do Grupo JBS, e figurar em gravações autorizadas pela Justiça admitindo atos não republicanos – sugeriu até que poderia “matar” o próprio primo, Frederico Madeiros, caso fosse pego com recursos extraordinários. Carlos Melo foi identificado como autor do suposto crime por deixar cair uma cópia do RG no local em que teria cometido o delito. Aécio Neves, para além de ter sido alvo de delações premiadas e ser gravado comentando situações pouco ortodoxas, teve uma caixa com a inscrição “cx 2” encontrada em um dos imóveis da família. Carlos Melo admitiu o crime e foi preso pela Polícia Civil no bairro onde mora, Engenho Velho de Brotas. Aécio Neves nega qualquer irregularidade e, apesar de acuado, segue com o status de político que quase foi presidente do Brasil. Carlos Melo continuará preso até ser julgado, o que deve demorar alguns meses ou anos. Aécio Neves teve seu pedido de prisão negado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, e segue aguardando uma decisão do plenário da Corte para saber se vai ou não para a cadeia. Carlos Melo será apenas mais um no sistema carcerário brasileiro. Aécio Neves será apenas mais um no sistema político brasileiro. Esse comentário vai ao ar diariamente na RBN Digital às 07h, com reprise às 14h30. BN

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP