Por dificuldades na captação de água, obra da Faculdade de Medicina é paralisada temporariamente

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

01/02/17 - Em conversa informal como reitor, professor Wilson Santos, fui informado que as dificuldades para captação de água para construção estão acima da sua expectativa.

A construção do campus realmente foi suspensa, temporariamente,  até concessão de outorga para uso da água procedentes de poços e outras fontes.

A partir de 20 de fevereiro o reitor vai se instalar em Jacobina para administrar de perto essas dificuldades antes de fechar os contratos com as construtoras do campus.

Afirma o reitor que sempre foi e continua sendo muito bem acolhido pela sociedade de Jacobina, inclusive autoridades, empresários e cidadãos comuns em momentos de dificuldades. Ele entende que a água passa por um controle rigoroso necessário pelos órgãos de defesa ambiental tendo em vista o respeito ao bioma da chapada.

Otimista acredita na possibilidade de solução para os problemas do momento.
Fonte: Augusto Urgente!

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP