Mãe que prostituía filha menor pela web é condenada à prisão

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Uma alemã foi condenada nesta quarta-feira (8) pela Justiça a 4 anos de prisão por ter prostituído uma das filhas por meio da internet quando ela tinha apenas 16 anos. Nicole G, auxiliar de enfermagem de 37 anos, foi condenada por proxenetismo e abuso sexual grave de uma menor pelo tribunal de Hildesheim.

O ex-marido, Clemens F, eletricista de 40 anos, também foi julgado por ter abusado da adolescente e de uma das irmãs dela, que tinha então 11 anos. Ele foi condenado a quatro anos e dez meses de prisão. A acusação afirmou durante o julgamento que a mãe encorajava o marido a abusar da filha mais nova. 

Entre 2012 e 2013, Nicole publicou em vários sites diferentes anúncios em que propunha os serviços sexuais da filha, apresentada nestes com maior de idade. 

A mãe então marcava os encontros sexuais da jovem com os clientes e recebia o dinheiro. Ela havia ameaçado expulsar a filha de casa se ela se negasse a ter relação com os homens que pagavam. 

No processo, Nicole admitiu a culpa. Clemens, no entanto, negou ter abusado das jovens e disse que foi envolvido em um "complô" por parte da mãe e de uma das adolescentes.
Correio 

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP