Irecê: Codevasf rebate ex-prefeito e diz que licença era obrigação de Município

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Irecê: Codevasf rebate ex-prefeito e diz que licença era obrigação de MunicípioA Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) respondeu à acusação do ex-prefeito de Irecê, Luizinho Sobral (PTN), que culpou a companhia pelo não cumprimento da instalação de um aterro sanitário na cidade. A Codevasf teria arquivado uma licença ambiental para a obra. Luizinho Sobral foi acusado pelo Ministério Público Estadual de fraude na instalação do aterro sanitário. Em nota, a Codevasf afirmou é “uma falácia” a afirmação de arquivamento da licença, “tendo em vista que a empresa pública federal não possui competência constitucional ou legal de "aprovar" ou "arquivar" processo de licenciamento, cabendo aos órgãos ambientais fazê-lo”, diz o documento. A obrigação em providenciar a licença ambiental, acrescenta a entidade, seria do Município de Irecê. Ainda na nota, a Codevasf disse que firmou convênio com o Município, sob o nº. 0.93.09.0019, para implantar “o sistema público de coleta, tratamento e destinação final de resíduos sólidos”. Luizinho Sobral acusou também o antecessor dele na prefeitura, Zé das Virgens (PT), de ter recebido em torno de R$ 3,4 milhões do governo federal e não implantar o sistema de coleta de lixo na cidade. BN

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP