Músico canta e toca ao passar por cirurgia de retirada de tumor no cérebro

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Após ser identificado com um tumor no cérebro, o músico Felipe Reis (nome artístico), Reginaldo Oliveira Santos Junior, de 31 anos, precisou passar por uma cirurgia, na qual cantou e tocou violão. O procedimento aconteceu na sexta-feira (13), no hospital de Barretos (SP), para a retirada do tumor que teria sido diagnosticado há um ano e meio. Em entrevista ao G1, Reginaldo contou como recebeu a notícia de fazer a operação acordado e tocando. "Eu achei uma coisa muito louca. Toco mais música nacional, sertanejão, mas em bar você faz um pouco de tudo, como MPB. O doutor mesmo falou, 'a gente quer que seja um espetáculo porque a gente ainda não teve essa oportunidade'", disse. O tumor encontrado em Reginaldo pode afetar a parte motora e a fala, e, para não comprometer partes do cérebro, nem deixar sequelas, os médicos fizeram a proposta da cirurgia acordado. Trabalhando com música há 13 anos, Reginaldo cantou e tocou enquanto os médicos do Hospital de Câncer de Barretos realizaram a operação. “O objetivo de realizar a cirurgia com o paciente acordado é preservar as funções do mesmo, para que ele tenha uma qualidade de vida após a operação. Antes, quando a gente operava áreas desse tipo com o paciente totalmente anestesiado, às vezes o cirurgião poderia ser um pouco mais agressivo e isso acabava tendo consequências, pois o paciente poderia acordar com um déficit, uma sequela”, explicou ao G1, o neurocirurgião Carlos Afonso. A operação foi realizada com sucesso e o paciente está se recuperando no hospital. De acordo com os especialistas responsáveis, Reginaldo será monitorado e haverá avaliação para saber se necessitará passar por outros procedimentos, como quimioterapia ou radioterapia.
Informações do G1

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP