Homem que matou 12 em Campinas escreveu carta sobre seu plano

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Sidnei Ramos de Araújo, 46 anos, autor da chacina deixou 12 mortos em Campinas (SP), durante uma festa de ano-novo, revelou os planos de matar a ex-mulher e outros membros da família em um texto enviado a amigos antes do crime. Parte do texto é direcionado ao filho e a uma namorada. A maior parte das ameaças é contra a ex-mulher e outras mulheres da família dela.

A carta começa com Araújo dizendo que não tem medo de morrer e cita as "vantagens" de estar preso, ridicularizando os direitos humanos em vários trechos que, segundo ele, servem para "defender bandido".

Nos próximos parágrafos, o homem reclama de uma suposta interferência da mãe da criança na relação dele com o filho e se diz morto por não "desfrutar uma vida com o filho.

Ainda segundo o texto, o atirador afirma que morre por "justiça" e pelo direito de ser pai. Nos parágrafos seguintes, Sidnei Araújo insinua que a ex influenciou outras mulheres a também privarem os pais do convívio com os filhos.

Ele prossegue a carta pedindo aos amigos que não rezem por ele, e sim, pelo filho.
Fonte: Estado de Minas. 

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP