Ex-prefeito de Sento Sé nega débito em conta bancária da prefeitura

sábado, 14 de janeiro de 2017

Ex-prefeito de Sento Sé nega débito em conta bancária da prefeitura
O ex-prefeito de Santo Sé, Ednaldo Barros, nega que tenha deixado débito para a sua sucessora, Ana Passos, na conta bancária da prefeitura junto ao Banco do Brasil. Gestor do município até o final do ano passado, ele argumenta que todas as contas da administração estavam aptas a serem movimentadas até o dia 1º de janeiro. O ex-prefeito relata, em nota, "que deixou dinheiro em caixa e pode ser provado com os extratos bancários, os quais são suficientes para cumprir em parte o pagamento dos servidores referente ao mês de Dezembro. Além do mais, a gestão Ednaldo Barros cumpriu o pagamento do mês de Novembro e do 13º Salário. Como a legislação permite que o mês de Dezembro seja pago até o 5º dia útil do mês subsequente, nesse caso, compete a atual gestão pagar". A atual prefeita acusa a antiga gestão de deixar um débito de R$ 700 mil em uma conta do Banco do Brasil. Por conta disso, o governo federal teria bloqueado quase R$ 260 mil referentes ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O comunicado de Ednaldo ressalta que o INSS bloqueia das contas de todas as prefeituras, a cada mês, as contribuições da Previdência. O texto sugere que esse desconto automático pode ter provocado o débito. "O INSS não informa aos gestores que paguem as contribuições da Previdência, eles bloqueiam e que a prefeita se prepare que todo mês esse bloqueio vai acontecer em todas as prefeituras do Brasil", conclui a nota. BN

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP