MP denuncia acusado de latrocínio de soldado em frente a Pituaçu

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

O Ministério Público estadual, por meio do promotor de Justiça José Renato Oliva de Mattos, denunciou Gabriel de Souza Sena, acusado de latrocínio do policial militar Marcio Pereira dos Santos, morto na Avenida Luiz Viana Filho, em Salvador. 

Segundo o promotor de Justiça, no dia 6 de dezembro, por volta das 20h10, no ponto de ônibus em frente ao Estádio de Pituaçu, Gabriel Sena e Maurício dos Santos Souza roubaram um aparelho celular de um homem, utilizando uma arma de fogo. Gabriel Sena é acusado de atirar contra o policial militar no momento em que tentava roubar outro aparelho celular de uma segunda vítima. Gabriel e Maurício fugiram levando a arma do policial assassinado. Maurício Souza morreu horas depois. 

O promotor de Justiça José Renato Oliva requer que a Justiça condene Gabriel Sena, que atuou em concurso material, por três vezes nas penas do crime de latrocínio, segundo o paragrafo 3º, do artigo 157, do Código Penal.
Bocão 

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP