Ex-New Hit é acusado de matar e depois queimar corpo de analista do MPF

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Ex-New Hit é acusado de matar e depois queimar corpo de analista do MPF
O operador de telemarketing Gabriel de Araújo Rodrigues e o cantor da banda New Hit e atual vocalista do grupo Vamo Nessa, Israel Melo de Souza, foram os responsáveis pelo latrocínio do analista técnico do Ministério Público Federal (MPF), Wallace Souza Duarte de Oliveira, de 40 anos. O crime ocorreu em 22 de junho, quando Oliveira foi asfixiado e queimado em um terreno baldio na Rua Paquistão, nas imediações da Brasilgás, em Salvador. De acordo com a Polícia Civil, Gabriel mantinha um relacionamento com a vítima há dois anos. Ele convidou Wallace para um passeio e, no caminho, incentivou o analista a dar carona para o cantor. Segundo a delegada Clelba Teles, diretora adjunta do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que apresentou Israel durante coletiva de imprensa, nesta segunda-feira (12), a dupla torturou a vítima para conseguir as senhas dos cartões de crédito e débito. “Após socos e chutes, eles chegaram a asfixiar Wallace, que morreu”, explicou a delegada. Ainda segundo Clelba, a dupla queimou o corpo do analista para tentar o esconder o crime e, em seguida, fugiu. A polícia chegou à autoria do crime ao rastrear o uso do cartão de crédito da vítima pela dupla. O DHPP vai solicitar agora à Justiça a conversão em prisão preventiva dos mandados de prisão temporária expedidos contra os dois. Eles devem responder por latrocínio. Pelo fato de a temporária de Gabriel ter expirado, ele foi liberado. BN

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP