Promotoria espanhola pede a prisão de Neymar, do pai e da mãe do jogador

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

A Promotoria espanhola pediu nesta quarta-feira pena de dois anos de prisão e pagamento de multa de 10 milhões de euros (cerca de 35 milhões de reais) para Neymar e cinco anos para o ex-presidente do Barcelona Sandro Rosell por crimes de corrupção e fraude na contratação do atacante. A queixa foi realizada pelo fundo brasileiro DIS, que possuía 40% dos direitos federativos do jogador, vendido do Santos ao Barcelona em 2013. No processo, a empresa havia solicitado pena de cinco anos de prisão ao jogador.

No documento que consta a acusação, o promotor da Audiência Nacional José Perals pediu o arquivamento da causa contra o presidente do Barcelona, Josep María Bartomeu, por falta de indícios contra o dirigente, e reivindicou o pagamento de 8,4 milhões de euros de multa para o clube espanhol e 7 milhões de euros para o Santos. As autoridades também solicitaram dois anos de prisão para o pai e empresário de Neymar e um ano para sua mãe, Nadine, ambos pelo crime de corrupção, além da mesma multa de 10 milhões de euros imposta ao jogador. A empresa da família, N&N também terá que pagar multa de 1,4 milhão de euros, se condenada. Veja

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP