Justiça mantém prisão de mecânico acusado de estupro mesmo após enteada dizer que mentiu

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

O Tribunal de Justiça da Bahia decidiu nesta quarta-feira (9), durante novo julgamento, manter preso o mecânico Edmilson Gonçalves dos Santos condenado por estuprar a enteada. O caso foi revisto a pedido do Ministério Público depois que a suposta vítima disse que mentiu para incriminar o padrasto a pedido do pai biológico. Segundo a advogada do mecânico, Anete Gomes, o procurador de Justiça afirma que a relatora foi omissa por não entender que a fala da vítima era uma prova nova. "A fala dela (vítima) serviu para condenar e devia servir para absorver", argumenta.

Assim que o tema entrou em pauta, a relatora do processo, a desembargadora Ivete Caldas, manteve a primeira decisão. Os demais desembargadores, inclusive o que deveria revisar o caso, acompanharam a relatoria e decidiram manter Edmilson preso. A mulher do mecânico não conteve a emoção e a revolta. "Porque é pobre, negro e mora na periferia tem que ser crucificado por algo que não cometeu? Mas eles estão certos, errada estou eu e a minha família", desabafou.
A outra enteada do mecânico, que considera Edmilson como pai, desabafou e disse que foi morar com o suspeito quando tinha 20 anos e ele nunca a tocou. "Eles estão condenando uma pessoa inocente, que não fez nada disso. Eles estão humilhando, machucando todo mundo lá em casa", disse. Após a decisão dos desembargadores, Edmilson vai permanecer no presídio cumprindo a pena de dez anos, que ele já havia sido condenado. A defesa pretende recorrer no STJ (Supremo Tribunal de Justiça), em Brasília, já que a enteada do suspeito, que o acusou aos 11 anos, prestou novo depoimento em juízo aos 18 dizendo que tudo não passou de uma armação.

Em vídeo gravado, a vítima diz que foi induzida pelo pai a acusar o mecânico, pois o genitor tinha ciúmes da relação da mãe. Ela disse que todos os fatos que contou na delegacia foram inventados pelo pai. O mecânico já está preso há quase três anos e nega que tenha cometido o abuso sexual contra a enteada. R7

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP