Jovem diz ter encontrado rato morto em vestido comprado na Zara

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Cailey Fiesel, norte-americana, de 24 anos, abriu um processo contra a rede de roupas Zara, dos Estados Unidos, por causa de um rato morto que teria sido encontrado em um vestido comprado na loja, em 5 de julho deste ano. A informação é do jornal 'New York Daily News'.

Após ter passado um mês da compra, a americana pensou que havia um fio solto no vestido e então analisou a peça. Para sua surpresa, o fio, na realidade, se tratava de uma das patas do animal, que estava em decomposição. De acordo com Cailey o animal tinha cerca de seis centímetros. 

O processo movido contra à rede, é por causa de uma alergia proveniente dos pelos de rato. A Zara, em um comunicado à imprensa declarou que está verificando o caso. “Estamos verificando o ocorrido. A Zara EUA tem controles rigorosos de qualidade. Asseguramos que todos os produtos estão dentro das exigências”, afirmou.
Correio 

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP