Governo da Venezuela confisca até remédios doados à Igreja católica

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

A alfândega da Venezuela confiscou um carregamento chileno de remédios doados à organização católica Cáritas, que pretendia distribuí-los em bairros pobres com escassez aguda. As autoridades alegaram que a entidade por não cumpriu os requisitos para a importação.

A doação, que inclui 75.000 unidades de medicamentos, além de suplementos alimentares, foi declarada em “abandono legal” na última terça-feira, após o vencimento do prazo de 30 dias para a apresentação da documentação.
A presidente do Cáritas Venezuela, Janeth Márquez, disse nesta quinta-feira que o carregamento chegou ao país em 23 de agosto, mas a organização não teve resposta do Ministério da Saúde sobre as permissões de nacionalização.

“Estamos muito tristes, alguns medicamentos já venceram, e outros vencem em dezembro. Esperemos que sejam entregues aos mais necessitados, é o que queriam os nossos irmãos chilenos”, acrescentou.

A Venezuela passa por um crise que se agravou com a queda dos preços do petróleo em 2014, e que se caracteriza por um desabastecimento agudo de alimentos e remédios, além de fortes tensões políticas. CDP

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP