Enem: MEC altera data de provas aplicadas aos presos

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

O Ministério da Educação (MEC) alterou a data de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 aos candidatos privados de liberdade. As novas datas passam a ser 13 e 14 de dezembro, e não mais 6 e 7 de dezembro. A decisão foi publicada em portaria divulgada nesta sexta-feira (4) no Diário Oficial da União.

A prova será aplicada para 54.347 candidatos em 1.290 unidades prisionais e socioeducativas do Brasil que assinaram termo de adesão com o Inep. O número de inscritos é 19% mais alto do que na edição de 2015. Entre os inscritos, 1.436 são internos da Fundação Casa.

De acordo com o MEC, o exame será aplicado nos mesmos moldes do Enem regular que ocorre neste fim de semana. No primeiro dia, serão aplicadas as provas de ciências humanas e de ciências da natureza, com quatro horas e meia de duração. No segundo dia, será a vez de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática, com duração total de cinco horas e meia.

Através do resultado do exame, os candidatos podem disputar vagas no ensino superior em instituições públicas, com o Sisu; bolsas nas universidades privadas, com o Prouni, ou no Pronatec, que oferece bolsas para cursos técnicos.

Além disso, os participantes maiores de 18 anos que não tenham concluído o ensino médio poderão obter a certificação a partir da nota da prova. Caso sejam aprovados, os candidatos que estão privados de liberdade precisam de autorização judicial para estudar.
Agora na Bahia 

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP