A "super-lua" está de volta nesta segunda-feira e pode chegar a 14% superior da visão sobre a órbita

sábado, 12 de novembro de 2016

Os brasileiros terão a chance de assistir, na próxima segunda-feira (14), a lua bem pertinho da Terra desde 1948 — a ‘apenas’ cerca de 355 mil quilômetros. Já considerado a "super-superlua", o fenômeno terá seu ápice durante o dia, às 11 horas e 52 minutos, o que dificulta a visibilidade. Mas na noite anterior e na própria noite do dia 14, a lua já vai estar maior do que o normal e será possível observar o fenômeno. Outro igual só no dia 25 de novembro de 2034, preveem especialistas.

A superlua é um fenômeno comum, que ocorre em média seis vezes por ano. Em 2016, são três consecutivas: nos dias 16 de outubro, 14 de novembro e 14 de dezembro. O fenômeno ocorre quando a lua cheia ou nova atinge o perigeu, o ponto mais próximo da Terra em sua órbita mensal. Neste mês, ela entra na fase cheia duas horas antes, o que faz com que esta seja uma superlua ainda maior. 

A agência espacial norte-americana Nasa informou que a lua deve chegar a um tamanho 14% superior e ficar 30% mais brilhante do que uma lua cheia no ápice da sua órbita. Mas, visualmente, a diferença entre a superlua de novembro e outras não é percebida a olho nu, apenas pelo telescópio. CDP

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP