Soldado da PM pode ter sido confundido com assaltante

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

O policial militar Daniel Santana de Alcântara, 38 anos, que morreu na madrugada desta quarta-feira, 19, após ser baleado no bairro de São Gonçalo do Retiro, teria sido confundido com um assaltante. O atentado ocorreu por volta das 11h da noite de terça, 18, na Rua Direta, próximo a uma escadaria que dá acesso à BR-324. A versão, não confirmada oficialmente, circula em um áudio divulgado por meio do WhatsApp. Na gravação, uma voz masculina diz, inicialmente, que o soldado parou na região porque o pneu do carro dele furou. “O cara [Daniel] foi trocar o pneu. Veio um cara e matou ele”, relata. Em seguida, o homem muda a narrativa e diz que “o policial estava “bêbado”, desceu a rua errada e bateu em carros estacionados. “Um morador viu, achou que era ladrão. Viu a arma na cintura. Aí foi, tapeou, abafou o cara, matou o cara e se saiu. Quando foi ver, o cara era polícia. Esse cara [o suspeito] se saiu. Dizem que os homens estão lá. Tá cheio de polícia lá. Já invadiram a casa desse cara e já estão com a foto dele. É isso aí que eu tô sabendo”, finaliza. A assessoria da PM informou que uma guarnição da 23ª CIPM (Tancredo Neves) chegou a socorrer Daniel para o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), onde ele deu entrada à 0h25. O óbito foi confirmado cerca de três horas depois. Conforme a perícia, um dos disparos atingiu a veia femoral da coxa de Daniel. O soldado será enterrado às 11h da manhã desta quinta, 20, no Cemitério do Campo Santo. (ATarde)

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP