Polícia Federal prende diretor da polícia legislativa e mais 4 no Congresso Nacional

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Agentes da Polícia Federal prenderam quatro policiais legislativos do Senado, na manhã desta sexta-feira (21/10), durante a Operação Métis. Os policiais legislativos são acusados de atrapalhar as investigações da PF no âmbito da Lava Jato.

De acordo com a PF, estão sendo cumpridos, no total, nove mandados judiciais, todos em Brasília, sendo quatro de prisão temporária e cinco de busca e apreensão, um deles nas dependências da Polícia do Senado. Os mandados foram expedidos pela 10ª Vara Federal do Distrito Federal.

Os investigadores obtiveram provas de que o grupo, liderado pelo diretor da Polícia do Senado, Pedro Carvalho, tinha a finalidade de criar embaraços às investigações da PF. De acordo com as apurações, os policiais faziam um trabalho de contrainteligência, com o objetivo de desmontar interceptações telefônicas tanto no Senado como em casas de parlamentares.

Em um dos episódios, ainda segundo a Polícia Federal, o diretor da Polícia do Senado teria ordenado a prática de atos de intimidação à PF no cumprimento de mandado expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em apartamento funcional de um senador (cujo nome não foi divulgado).

Pedro Carvalho foi preso, assim como Geraldo Cesar de Deus Oliveira, Everton Taborda e Antônio Tavares. O diretor é ligado ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e é considerado intocável na Casa. Está à frente da Polícia Legislativa há mais de uma década. Metrópoles

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP