'Fui vítima', diz professora presa por fazer sexo com aluno nos EUA

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

No mês de novembro começa o julgamento da professora Mary Beth Haglin, 24 anos, que foipresa por fazer sexo com um aluno de 17 anos da escola Washington High School, em Cedar Rapids, estado de Iowa, nos Estados Unidos. Segundo o 'The Gazette', onde trabalhava. Segundo o 'The Gazette', a relação dos dois começou em outubro de 2015.

Esta semana, porém, a professora surpreendeu a acusação ao disparar: "Eu sou a vítima". Segundo Mary Beth, ela estava em uma situação delicada e vulnerável quando o relacionamento começou. A professora afirma ainda que tentou terminar a relação com o adolescente, mas ele ameaçou revelar tudo à direção da escola.

No mês de julho, porém, quando foi presa, a suspeita afirmou que os diretores da escola sabiam do caso e fingiam não ver para preservar a instituição. "Todas essas pessoas sabiam o que estava acontecendo, mas fingiram não ver porque queriam proteger a escola e não queriam colocar isso no centro das atenções", disse Mary ao 'The Mirror' na época. 
O caso foi denunciado por uma pessoa que não é ligada a escola onde Mary trabalhava. Ela tem tentado se defender, também, na TV. Durante uma entrevista ao programa "Dr. Phil", a suspeita disparou: "Fizemos sexo quase diariamente, no carro dele, no meu carro, na casa da mãe dele e na casa do pai dele". 

Mary será julgada por exploração sexual de um menor e, se condenada, pode pegar até dois anos de prisão. Além disso, o nome da professora pode ser incluído na lista de agressores sexuais por até dez anos.
Correio 

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP