Família de jacobinense morador de rua em SP é encontrada; ‘me sinto muito feliz’, diz amigo

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

A família do jacobinense Anilton Luiz Ribeiro dos Santos, 46 anos, que mora há 15 anos nas ruas de São Paulo, foi encontrada após a campanha de um baiano que se comoveu com sua história de vida. Wendel Araújo, de 30 anos, que é baiano da cidade de Valente, mora em São há 10 anos e contou com detalhes, em entrevista ao Jacobina Notícias, como foi a aproximação com Anilton e o motivo que lhe fez buscar ajuda para o morador de rua.

Anilton deixou Jacobina há 20 anos e, após não conseguir se estabilizar na cidade de São Paulo, acabou indo morar nas ruas. Wendel conta que, após várias tentativas, conseguiu colher informações com Anilton sobre nomes de familiares dele e sua cidade natal. Ainda segundo relatos de Wendel, mesmo com os aparentes problemas psicológicos do jacobinense Anilton, ele soube informar corretamente seu nome, o do pai, mãe, irmão e até a rua onde residiu em Jacobina. Após esses relatos, Wendel fotografou o novo amigo, divulgou no Facebook e pediu ajuda à parentes e amigos para compartilharem o máximo possível. 

História comove e se espalha
A informação chegou até a imprensa de Jacobina, que logo relatou a história comovente do conterrâneo. Só no JN, a matéria foi compartilhada mais de 1.700 vezes, até acontecer o que todos esperavam: a família foi encontrada e fez contato com Wendel em São Paulo.

Uma cunhada de Anilton disse que o irmão dele, José Carlos, se emocionou muito ao saber do estado em que ele se encontrava. Ela disse ainda que o irmão de Anilton ficou em estado de choque, sem se alimentar direito, mas feliz por saber que o irmão havia sido encontrado. O irmão de Anilton mora no exterior, mas, de acordo com a esposa dele – cunhada de Anilton -, ele está providenciando tudo para que o outro irmão que mora em Salvador vá buscá-lo em São Paulo. “Queremos ajudar o Anilton, trazer ele para Salvador, é onde a família dele toda vive e onde o outro irmão dele está. Tenho certeza que tudo terá um final feliz, vamos fazer de tudo por ele”, disse. 

Wendel descreve tudo
“Moro em São Paulo (há 10 anos) e conheço o Anilton Luiz há um ano e meio, desde quando comecei a trabalhar aqui no bairro onde ele convive. Segundo os moradores aqui do bairro, tem mais de 15 anos que convive aqui, morando na rua. Ao longo do tempo que trabalho aqui, todos os dias o Luiz passava aqui no posto pra tomar banho e pedir algo pra comer. Fui pegando amizade com ele e, mesmo sendo um morador de rua e tendo alguns problemas psicológicos, ele é um cara muito prestativo e dedicado. Todos os dias que ele vinha aqui, eu conversava com ele pra tentar descobrir alguma coisa da vida dele”, explicou.

“De tanto eu insistir, no dia 29/09/16, ele veio falar pra mim o que eu queria saber. Perguntei pra ele se ele sabia o próprio nome, ele me respondeu que sim, que se chamava Anilton Luiz Ribeiro dos Santos. Perguntei também se ele lembrava o nome dos pais dele, então respondeu que sim, e falou que o pai se chama Augusto Basílio dos Santos, e sua mãe Anita Ribeiro de Jesus, também me falou que tinha um irmão que se chamava José Carlos Ribeiro dos Santos. Perguntei se ele lembrava do endereço onde ele morava, então ele me respondeu que sim, que seu pai morava em Jacobina, na Rua Santos Reis, número 42 [bairro da Grotinha]”, disse.

“Pesquisei no Google e vi que realmente o endereço que ele me passou existia, então resolvi procurar encontrar algum parente dele pra saber se eles sabiam da situação que o Anilton Luiz vivia. Foi aí que resolvi publicar sua foto contando o pouco que sabia da vida dele pra tentar localizar sua família. Publiquei e pedi ajuda para um primo meu, Fábio, que mora em Salvador e conhecia bastante gente da região, pra me ajudar a compartilhar e tentar achar a família do Ailton Luiz. Hoje, com ajuda de todos as pessoas que compartilharam, graças ao nosso bom Deus conseguimos encontrar a família dele, que já buscava notícias dele há 17 anos. Hoje me sinto muito feliz por ter conseguido ajudar o Luiz a localizar sua família, pois muitos deles achavam que ele já estava morto. Deus é maravilhoso!”, contou Wendel Araújo.
Fonte: Jacobina Notícias

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP