Ads Top

Ads Top
recent

Falta de ousadia vira covardia, diz Temer sobre novo ensino médio

O presidente Michel Temer defendeu, nesta sexta-feira (30), a reforma no ensino médio proposta pelo governo federal. Uma Medida Provisória publicada na última sexta (23) no Diário Oficial da União (DOU) altera a grade curricular da etapa e permite que os alunos escolham área de estudos a partir da metade do ensino médio. Temer disse que o governo está tomando medidas ousadas "porque a falta de ousadia se converte em covardia". A declaração foi durante o Fórum Exame, em São Paulo. Segundo ele, desde 2013, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) vinha mostrando uma piora na qualidade do ensino e, assim, o Ministério da Educação resolveu promover uma reformulação na grade. "Isso já vinha sendo discutido no Congresso durante cinco, seis anos, e também em vários fóruns educacionais", afirmou. A reforma do ensino médio proposta pela gestão Michel Temer não terá tramitação fácil nem no Legislativo nem no Judiciário. Nesta quinta-feira, 29, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin deu prazo de dez dias para explicações do presidente. No Congresso, antes mesmo de instalada a comissão mista que vai debater o tema, o texto recebeu 567 sugestões de alteração dos parlamentares. BN
Falta de ousadia vira covardia, diz Temer sobre novo ensino médio Falta de ousadia vira covardia, diz Temer sobre novo ensino médio Reviewed by Augusto Urgente on 01 outubro Rating: 5