Campo Alegre de Lourdes: Filha e irmão de prefeita estão foragidos em operação do MP

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

O secretário de finanças da prefeitura de Campo Alegre de Lourdes, no Sertão do São Francisco, e dois sócios de uma empresa fantasma foram presos em uma operação, comandada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) em Remanso. A filha da prefeita da cidade, Delaneide Borges Dias, Maria Luiza Borges Dias, que ocupa o cargo de secretária de gabinete, fugiu. Um irmão da prefeita, Luiz Carlos de Souza, também está foragido. Outros dois são procurados: o secretário de administração, Carlos Augusto Ferreira dos Santos, e um ex-vereador, não identificado. A operação, ainda sob sigilo judicial, investiga contratos fraudulentos no município. O secretário de finanças da prefeitura, Averaldo Dias da Rocha, e os dois sócios da empresa “Loventos”, Agenor Dias Bosom e Giovane Almeida Santos, também estão detidos na carceragem de Remanso. De acordo com o promotor Rafael Rocha, foram apreendidos cerca de R$ 500 mil em valores, joias, cheque, dinheiro e veículos. Ao todo, foram 23 mandados judiciais, entre prisão temporária, condução coercitiva e sequestro de bens e de valores. A operação foi intitulada “Retorno do Estado” em alusão ao resgate da ordem no município, alvo de uma organização criminosa. O significado também leva em conta a condição da cidade, de 30 mil habitantes, que fica na divisa com o Piuaí, e que para ter acesso é preciso percorrer cerca de 110 km de estrada vicinal [estrada de chão] a partir de Remanso. A ação teve apoio da Rondesp/Norte da Polícia Militar, comandada pelo tenente Rezende; da Polícia Rodoviária Federal (PRF), com os inspetores Montenegro e Guanais; e delegados titulares das delegacias de Remanso e Campo Alegre de Lourdes.

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP