recent

Cadeirante pode ter sido executado por facção criminosa

A execução do cadeirante Eduardo Santos Silva, de 42 anos, foi filmada e divulgada nas redes sociais. No vídeo, é possível ver o momento em que uma arma é apontada e disparada contra o rosto da vítima. O vídeo tem aproximadamente 50 segundos de duração e, apesar de estar sem áudio na maior parte do tempo, é possível perceber que Eduardo é interrogado pelos executores. No único trecho com som, Eduardo assume ter errado, mas não diz qual foi o erro. "Eu errei. Errei porque deixei me levar pelas aparências. Como todo mundo erra, eu errei", disse ele.

O cadeirante foi assassinado por volta das 21h50 de quinta-feira, 8, dentro do apartamento onde morava, no Condomínio Recanto dos Pássaros, no bairro de Vida Nova, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. Policiais da 22ª CIPM (Simões Filho) receberam a informação de que Eduardo foi assassinado por pessoas do condomínio, após perder o celular no qual havia vídeos em que ele mantinha relações sexuais com adolescentes.

"Chegou ao nosso conhecimento que a motivação foi a pedofilia, os vídeos em que ele faz sexo com crianças. Tem um vídeo dele rolando nos grupos do WhatsApp da cidade", afirmou o capitão Evaristo Alves Brandão, subcomandante da 22ª CIPM. Segundo o oficial da PM, há intenso tráfico de drogas no condomínio controlado pela facção criminosa Bonde do Maluco (BDM). A polícia não descarta a possibilidade de a execução ter sido feita por integrantes da facção. A reportagem apurou que o crime foi praticado por três homens, que arrombaram a porta para ter acesso ao imóvel.

O delegado Ciro Palmeira, titular da 22ª DT (Simões Filho), diz que essa versão da motivação o crime ainda é investigada. "Não confirmamos nem essa nem outra versão", afirmou, ressaltando que não há registro de queixa contra Eduardo na delegacia. CDP
Cadeirante pode ter sido executado por facção criminosa  Cadeirante pode ter sido executado por facção criminosa Reviewed by Augusto Urgente on 10.9.16 Rating: 5