Após jovem ter olho perfurado, PM pede apuração sobre ação em protestos

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

A ouvidoria da Polícia Militar de São Paulo encaminhou nesta quinta-feira (1º) um ofício ao procurador-geral de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Paggio, que pede a investigação da atuação da PM contra manifestantes durante protesto anti-impeachment realizada no centro da cidade. Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, nesta quinta-feira (1º) a estudante Deborah Fabri, 19 anos, perdeu a visão do olho esquerdo após ter sido atingida por estilhaços de bombas jogados pela polícia. Ela foi internada no início da madrugada de quinta no Hospital dos Olhos, onde passou por uma cirurgia de emergência que durou cerca de 1h30. Ela recebeu alta por volta do meio-dia e postou uma mensagem sua página no Facebook: “Oi pessoal estou saindo do hospital agora. Sofri uma lesão e perdi a visão do olho esquerdo mas estou bem. Obrigada pelas mensagens e apoio logo logo respondo todos!!!”. Até as 18 horas, ela permanecia sedada, em casa”. Também durante os protestos, dois repórteres fotográficos foram presos, agredidos e tiveram seus equipamentos destruídos. Diretor operacional do Hospital dos Olhos, o oftalmologista William Fidelix afirmou disse que Débora teve o olho esquerdo perfurado por um objeto metálico. “O prognóstico nestes casos de tipo de lesão provocada no olho é bem elevado. É muito grave o estágio. Amanhã ela pode recuperar isso ou perder completamente a visão. É só com a evolução do caso que vamos ficar sabendo. É realmente difícil ter uma melhora na visão, realmente difícil, mas medicina é medicina”. BN 

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP