Treinadores da Mongólia tiram roupa em protesto após revés

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Treinadores da seleção da Mongólia de luta olímpica tiraram a roupa no tatame, na Arena Carioca 2, e ficaram só de cuecas para protestar contra o resultado que tirou de um atleta do país a medalha de bronze, neste domingo (21).

O episódio curioso aconteceu após a derrota de Mandakhnaran Ganzorig para o uzbeque Ikhtiyor Navruzov, em duelo da categoria até 65 kg. Ganzorig pensava ter vencido o rival, mas o juiz, em decisão polêmica e surpreendente, marcou passividade do mongol, em punição que culminou no triunfo de Navruzov. 

Revoltados, os treinadores protestaram. E ganharam apoio do público no ginásio, que, além do nome do país, gritou "tira, tira!", em coro. Não houve remédio: a arbitragem não voltou atrás e o terceiro lugar ficou mesmo para o lutador do Uzbequistão. 

A divisão até 65 kg também já tem medalhista de ouro: o russo Soslan Ramonov, que venceu Toghrul Asgarov, do Azerbaijão, na final.
UOL

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP