Instagram ganha 'modo história', recurso que fez a fama do Snapchat

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Chega de fotos fazendo biquinho e cheias de filtro. O Instagram lançou nesta terça-feira (2) um recurso para que os usuários publiquem “fotos e vídeos da vida real” e que se autodestroem dentro de 24 horas.

Essas imagens serão reunidas no “modo história”, um novo campo de publicação que fica no topo do aplicativo. A liberação da ferramenta é mundial e ocorre a partir das 11h.

Se você pensou, “Espera aí. Isso é a cara do Snapchat”, não se enganou. Só que, para o Facebook, o hábito de publicar fotos e vídeos sem tratamento estético sobre cenas cotidianas é mais um "formato" disseminado em plataformas digitais e não uma marca do Snapchat. Da mesma forma que é o “feed de notícias” (o repositório de publicações do Facebook) e a hashtag (o símbolo da forquilha acompanhado de uma palavra para indicar o assunto do momento no Twitter).

Assim como o “feed” e as hashtags, nascidas no Facebook e Twitter, respectivamente, foram adotadas por ouras plataformas, chegou a vez do “modo história” ganhar espaço para além do Snapchat.

24 horas
No Instagram, as “histórias” poderão ser vídeos ou fotos, conter inscrições, emojis, desenhos e rabiscos manuscritos. Para criar uma delas, basta clicar no sinal de “mais”, posicionado também na extremidade superior esquerda do aplicativo.
As histórias dos contatos serão exibidas no topo da rede social. As cenas são mostradas uma após a outra como se fossem uma exibição de slides, com duração de três segundos. É possível avançar ou retroceder. Tudo isso dentro das 24 horas em que as apresentações perdurarem. Após esse período, elas somem.

É possível, no entanto, salvá-las na biblioteca de imagens do celular ou ainda publicá-las no “feed” do Instagram. Se esta for a opção, o usuário volta a contar com os recursos adicionais de edição, como os filtros, a possibilidade de criar uma descrição e a de compartilhar o conteúdo em outras redes sociais, como Facebook e Twitter.

Sem 'curtida'
Outra limitação do “modo história” do Instagram é a ausência da opção “curtir”. Também não é possível comentar. No lugar disso, porém, os usuários podem enviar mensagens diretas ao autor da publicação.

Para o Instagram, a nova opção de publicação é uma forma de permitir que os usuários mostrem outras imagens de seu dia, aquelas com que eles não querem perder muito tempo antes de publicar e que sejam mais naturais.

De quebra, a rede social ataca um dos principais trunfos do aplicativo sensação entre os jovens. Com isso, o Facebook apresenta ao Snapchat qual é o formato do jogo.
Fonte: G1

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP