Homem é preso acusado de envolvimento em tortura e morte de adolescente em 2015

sábado, 27 de agosto de 2016

Policiais da Delegacia de Homicídios de Feira de Santana prenderam na noite de ontem (25) Nielson Macedo de Cerqueira, 35 anos, morador na Rua Américo Simas, Parque Panorama. De acordo com a polícia, ele é suspeito de participação na tortura e morte do garoto Gabriel Guimarães, ocorrida no dia 10 de março de 2015.

De acordo com o delegado João Rodrigo Uzzum, a prisão de Nielson Macedo de Cerqueira, ocorreu após a polícia receber uma informação de onde ele estava. “Ele fugiu para Brasília depois que seus comparsas foram presos. Quando ele retornou para Feira de Santana uma pessoa entrou em contato e a Delegacia de Homicídios conseguiu efetuar a prisão dele dentro de uma igreja evangélica”.

Segundo Uzzum, a investigação foi iniciada e os autores de praticar o crime foram identificados. Ele afirma que a polícia conseguiu as prisões preventivas dos autores e a busca e apreensão de dois menores envolvidos.
“Todos foram presos. Foram indiciados: Nielson Macedo de Cerqueira, conhecido como ‘Ninha’; Alisson Rodrigo de Oliveira, o ‘AL’, que foi morto na rebelião do presídio; David Filho Almeida Fernandes, o ‘Davizinho’; Alan da Silva Conceição; Jamison Alves de Almeida, o ‘Dau’, além de dois adolescentes que se encontram no Instituto Melo Matos e foram condenados ao máximo da medida alternativa”, informou.

João Rodrigo Uzzum disse que o menor Gabriel Guimarães foi barbaramente torturado e foi comprovado o conhecimento e participação Nielson Macedo no crime. Ele destaca que o inquérito foi encerrado e todos os envolvidos no crime foram presos.

“A situação da morte de Gabriel chocou a comunidade de Feira de Santana, inclusive os próprios policiais que fizeram a investigação, pois foi um menor envolvido no mundo do crime e veio uma ordem de dentro do presídio de Feira para que ele fosse assassinado. Foi filmada a execução e percorreu por vários grupos de WhatsApp”, afirmou.

O delegado contou mais detalhes sobre como o crime ocorreu. “Nielson se encontrava no interior do presídio de Feira no mesmo pavilhão que o Alisson. O menor, que já conhecia Nielson, entrou em contato com ele para obter certa quantidade de droga para vender, ele informou que não tinha e o menor solicitou um revólver para a prática de roubo na cidade. Nielson entrou em contato com Alisson, que tinha o revólver. O menor informou que havia supostamente perdido esse revólver, então ele passou a negociar com o menor para que devolvesse a arma, quando viu que o menor não ia devolver, foi acertado que a vida do menor seria ceifada”, relatou.
As informações são do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP