Crise econômica, falsas promessas e o papel do vereador são temas de eloquente discurso de Ramon Santos na Câmara de Jacobina

domingo, 7 de agosto de 2016

Ramon utilizou a Tribuna da Câmera para fazer em público um balanço da crise econômica do país que tem afetado as famílias, principalmente àquelas que vivem nos municípios carentes de serviços básicos. Ele lembra que desde o ano de dois mil e nove Jacobina atravessa uma situação de colapso, inclusive nas áreas da saúde e da educação e pela falta de recursos para investir em infraestrutura na cidade. O edil lembrou que na gestão da prefeita Valdice Castro, mas precisamente em dois mil e onze, o município tomou um empréstimo de dez milhões de reais com a alegação de que seriam investidos em obras estruturantes. Ramon destaca ainda que desde a primeira gestão de Leopoldo Passos, há quase vinte anos, quase cem por cento das obras construídas na cidade foram com recursos, segundo ele, ‘devolvidos ao município pelo governo federal’. “Entendo que não são recursos do governo federal, são recursos dos munícipes que pagam seus impostos. Ninguém mora no governo federal, mora na cidade. Aqui é que estão os problemas de saúde, educação e infraestrutura”, queixou-se, alertando que “o governo Federal tem criado diversos programas nas áreas de saúde e educação e não repassa para os municípios os recursos necessários para manutenção desses serviços públicos, sobrando para as prefeituras cobrir obrigações que serão da União. Na segurança pública não é diferente, o Estado e o Governo federal abandonaram os municípios. Atualmente a maioria das ocorrências estão sendo resolvidas pelas guardas municipais, que têm suas atuações mantidas exclusivamente com recursos das prefeituras. A saúde pública do nosso país estar em colapso, todos os dias vemos nos noticiários a falta de médicos, UTI´s, hospitais fechando, pessoas que levam anos para fazer cirurgias. É possível observar que não é um problema exclusivo de Jacobina. Estamos quase no fundo do poço”.

Conforme o vereador, o Governo Federal cortou emendas parlamentares e recursos para diversos projetos de infraestrutura para os municípios e dentre eles está o município de Jacobina, que também foi prejudicado, principalmente nas obras de pavimentações. “O governo federal fica com 70 % dos nossos impostos, pagos por nós, e grande parte desse dinheiro vai para o ralo da corrupção prejudicando as populações das cidades. Diante desse quadro quem têm sido mais massacrados, cobrados e muitas vezes humilhados, somos nós vereadores. Ninguém cobra do deputado federal, estadual, do governador, senador e do prefeito. Somos nós vereadores que estamos em contato com o povo e vivemos o dia-dia da cidade”, bravejou, completando que, “nessa legislatura tenho diversos requerimentos, indicações e projetos, se tivesse recursos para todos saírem do papel Jacobina seria uma cidade de primeiro mundo, porém não depende apenas do nosso mandato, depende de diversos fatores, conjunturas, entre outras coisas”, explicou.

Ramon lembra que no mês de junho de 2013 esteve participando de algumas audiências em Brasília com o prefeito Rui Macedo e naquele momento retornou de lá comemorando a aprovação de obras importantes pra Jacobina, a exemplo da pavimentação do conjunto Morada do Sol, asfalto da estrada da Vila de Itaitu, plano inclinado do bairro Caixa D água, pavimentação asfáltica ligando o bairro dos Índios ao Jacobina 3, asfalto entre o Novo amanhecer e o Catuaba, com a construção da ponte sobre o Rio do Ramo, a duplicação e iluminação da avenida Centenário até o aeroporto e a pavimentação do bairro Lagoinha Nova. “Já se passaram mais de três anos e até hoje diversas obras em jacobina não foram realizadas por conta da crise econômica e política que vive o Brasil”, lamenta.

O vereador reconhece a dificuldade financeira encontrada pelo município para a realização de algumas obras. “Os que estão de fora, assim como eu estive há 4 anos atrás, falarão que existem recursos pra tudo. De boca tudo é fácil, hoje chegando aos meus 40 anos, quatro de parlamentar,sou conhecedor da grave situação financeira que passa o nosso país e nossa cidade.

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP